Por Conrado Rosa

Tive a felicidade de acompanhar a palestra do economista Sérgio Besserman, criador da Rio +20 e aqui resumo alguns pontos que me chamaram a atenção.

A Eco 92 foi muito importante para despertar a consciência de toda sociedade com relação aos impactos humanos na natureza. Muito embora nenhuma meta tenha sido alcançada até hoje.

A Rio +20 esta reforça a conscientização iniciada na Eco 92 com conceitos mais claros, porém sem metas definidas na agenda dos governos. Mas o grande benefício da Rio +20 é o inicio da mudança de pensamento e principalmente inicio de ações da sociedade civil que diminuam os impactos nos âmbitos ambientais e sociais.

Esta mudança de pensamentos com relação sustentabilidade, é o maior acontecimento de todos os tempos nos últimos séculos. Maior que primeira e segunda guerra mundial, revolução industrial, internet…

A sociedade esta concluindo que nunca existe “almoço grátis”. Tudo têm um preço. Os últimos 300 anos de confusão, ganância, consumismos, degradação… Serviu para descobrir que precisamos pagar o preço pelo que fizemos até hoje. Estamos tomando muito mais do que a natureza pode nos oferecer. O almoço não só não é grátis, como a conta chegou!

Precisamos refletir sobre o tempo. Nossa passagem pela terra é muito pequena em relação ao tempo da natureza. O planeta nos ignora dentro do tempo dele. O tempo do planeta é infinitamente superior ao tempo da humanidade. Várias transformações já ocorreram ao longo da história. O máximo que pode acontecer é exaurirmos todos os recursos e após um longo período a vida recomeçar novamente.

 Quem tem um problema é a natureza do nosso tempo, animais e vegetação em extinção. Não a natureza do planeta.

 E, infelizmente quem mais vai sofrer com escassez de recursos e desastres naturais serão as classes mais baixas. Que terão menos condições de enfrentar as adversidades. Piorando ainda mais a qualidade de vida dessas classes. Neste ritmo atual o planeta aquecerá entre 6 e 7 graus num futuro próximo. O desafio é mudarmos a maneira de pensar e agir a partir de ontem, para que este aquecimento fique entre 2 e 3 graus. Aquecimento este, já assumido por governos e protocolos. E que com certeza afetará intensamente a maneira de vivermos.

 Só existe uma ciência, a da historia, o tempo.

Comments are closed.